Outras Páginas...

Sejam bem vindos ao Reticências... "(...)

domingo, 20 de março de 2011

antes que tudo acabe em verdade!

...às vezes minto! Minhas mentiras muitas vezes dizem mais verdades do que a realidade crua e a verdade nua..


Não posso acreditar que a verdade está em tanta coisa errada que vejo!


Não admito que a falta de consideração e respeito pelo próximo a verdade também esteja lá!


Não sei que verdade é essa que limita as pessoas a serem o que elas são por dentro - mesmo que o que está por dentro seja algo fantasioso...


Não sinto a verdade no brilho dos olhos de uma pessoa que não tem amor por si mesma e canta a felicidade do outro...


Não entendo a explicação dos problemas por quem só vê a superficialidade das situações cotidianas...


Não acredito na beleza dos sonhos fúteis, das ilusões tão sólidas, tão reais e tão impertinentes


Não sei porque acredito ainda em mim... se além de mim nada existe a não ser um mundo cruel e selvagem em que luto todos os dias... acendo e apago a luz... anoiteço e amanheço... tenho tédio e alegria... mas tento acreditar que a fé e a esperança de que tudo o que não faz sentido hoje para muitas pessoas venha a fazer parte pelo menos da parte, pois o todo é algo inatingível.. 


...a infinitude e complexidade do ser humano o torna tão simples a ponto de que nada faça sentido se ele ao menos acreditasse na capacidade dele mesmo - (digo isso a mim mesma)


Por: Nara Aragão



sábado, 5 de março de 2011

Ah ser humano, quanto mais eu convivo menos eu o entendo!


Quanto mais eu vivo menos eu entendo o por que da morte! Depois de tanta luta vem o cansaço e o sono terno e eterno abraça levando-nos ao infinito e além...


Quanto mais eu sonho menos eu entendo a realidade! Depois de tanto pensar e/ou sonhar, tenho que abrir mão e buscar outros caminhos, pois aquele que eu queria não foi possível...

Quanto mais eu choro depois tenho vontade sorrir! Muitas das vezes sofrimentos, medos e dificuldades rondam nossas vidas, mas depois iluminam a vida e as coisas voltam ao normal e a vontade de sorrir renasce...

Quanto mais eu busco mais eu sei que está perto, mas ao mesmo tempo parece que está longe! Tudo parece tão simples e fácil quando se é espectador da história e não o participante da história...

Quanto mais penso mais eu descubro que sou um mistério pra mim mesma! Inexplicavelmente apesar de nós seres humanos sermos tão parecido entre si, sinto esse mistério vivo dentro de mim como uma chama acesa...

Quanto mais tento esquecer, mas percebo que a lembrança está viva! Muitas coisas quis esquecer, outras eu queria lembrar, mas selecionar cada uma delas é a tarefa mais difícil...

Quanto mais eu aprendo mais eu descubro que não sei nada! É um grande mistério perceber que quanto mais a gente aprende mais dúvidas adquirimos com esse conhecimento ganho, com isso chego a conclusão de que tudo na vida é uma questão...
Será eu mais uma questão lançada na Terra?
Será eu mais uma geradora de dúvidas?
Será eu mais uma a questionar os mistérios da vida?
Será eu que vou viver os meus sonhos de verdade?

Serei eu quem nunca terá as respostas de todas as dúvidas!

Ainda bem, por que qual o sentido da vida senão buscar alcançar nossos objetivos, correr atrás das nossas respostas, ir até onde nossos pés aguentarem e sentir cada momento desse de busca, dúvidas, medos! Por fim, assim seguindo com passos contados e atados a cada acontecimento vivido, uma aprendiz na arte de viver uma sonhadora na arte de sonhar!
Por:  Nara Aragão




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...