Outras Páginas...

Sejam bem vindos ao Reticências... "(...)

domingo, 25 de julho de 2010




Se a cada momento
me acompanhas
Na ausência de luz
te afastas
Te busco na luz do sol
Tento afastar -te
mas não sais dos meus pés
Parece disforme
mas és retrato real de um ser
Sem detalhes,
com ausência de cor
e
absorve a luz
que lhe és dada
Protege do calor
Marca o chão
e se põe
como o descanso do sol
Quando a noite cai!




Nara Aragão - A sombra



2 comentários:

  1. Palavras repletas de sentimento. Brotam da alma como a mais frondosa flor desafia as leis naturais e surge no deserto. Sombras belas formam um balé de afeto em busca da luz que as guiará.
    Simplesmente magnífico esse seu poema vindo de uma alma iluminada e ainda mais completa de doçura e encanto. Beijos luminosos pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Interessante colocar o título no final...cria uma expectativa (ao menos pra mim, criou^^)...Eu pensando: "Do que será que Ela tá falando?^^"....Ae vem o título e toda a leitura faz sentido...É bom que se faz necessário e releitura...

    Gostei!!
    Criativo, simples, e encantador em sua essência!^^
    Meus parabéns, minha jovem poeta!*-*

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...