Outras Páginas...

Sejam bem vindos ao Reticências... "(...)

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Até então...




Até então me limitei ao meu mundo, mas quando abri a janela vi pássaros, borboletas e um lindo sol a iluminar a vida!
Até ontem eu pensava no que havia passado, tentava entender o porque do meu presente e estava inventando o meu futuro.
Até agora eu estava chorando por besteira, desacreditando que iria melhorar, mas no final sempre vejo que tudo passa...
Até então pensava eu ser incapaz de transmitir o que tinha, pois até então eu só recebia...
Até então eu acreditava que as coisas eram do jeito que sempre foram e nunca poderiam mudar,
mas...
mais uma vez a vida fez eu refletir sobre meus velhos pensamentos soltos:
"A única coisa permanente na vida é a mudança..."




Por: Nara Aragão

4 comentários:

  1. Nara, o "abrir as janelas", para mim, é uma ação essencial na vida. Em minha poesia, espelho do que sou, a imagem das janelas abertas se repetem de inúmeras maneiras, mas sempre repesentando o desejo de um novo olhar sobre mundo e o anseio de me lançar a este mundo para vivê-lo, experimentá-lo. Acho que você também deve fazer isso... lance-se pela janela, valorize aqueles que têm por você sentimentos tão belos e puros e verdadeiros e sem interesses. Olhe pela janela, mesmo que seja essa virtual, e verá um outro mundo possível, o mundo onde os pássaros sempre cantam a cada amanhecer e alvorecer e as borboletas sempre estão a voar sobre os versos da poesia. Tenha certeza de que você também sempre foi capaz de transmitir a vida e não apenas recebê-la. Por isso existe este seu texto, por isso existe este seu blog, por isso você existe e também sua sensibilidade: para dar vida a outros que querem receber sua vida. É uma troca constante e imprescindível para a existência... é preciso amar a vida para ser amada por ela... sempre... e sim... a única coisa permanente na vida é a mudança... isso é fato constante e eterno...
    Enfim, uma bela reflexão a que está presente em seu texto... sensível, profunda e sincera. Gostei muitíssimo.

    um abraço deste seu novo leitor!
    Alessandro Eloy Braga

    ResponderExcluir
  2. Escrevo este comentário na companhia de Enya ( Book of the days). Assim realmente é o livro dos dias. A cada 24 hs é composta uma página de sensações únicas e de aprendizado. Evolução pessoal a qual se constrói exatamente no desdobrar diário da vida, com todas as nuances as quais compõe nosso Existir e, mais que isso, nosso viver. Como é bom ler seus escritos e notar o seu crescimento pessoal em todos os sentidos. Seus caminhos para isso? Simples
    :ser simples e ter olhos atentos para o que poucos são capazes de enxergar - Os pormenores do viver a compor a grandeza da vida.

    Linda postagem! Fraterno Abraço

    ResponderExcluir
  3. O corpo muda, os cabelos esbranquecem, os braços cansam, mas os olhos sempre serão os mesmos, com sua certeza de enxergar.

    ResponderExcluir
  4. No meio de tantas palavras só me resta agradecer pelo carinho que cada um teve de expor e mostrar o sentimento por esse simples post aqui publicado!!! Fico imensamente feliz por tudo isso...*-*

    Abraços...=D

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...