Outras Páginas...

Sejam bem vindos ao Reticências... "(...)

terça-feira, 10 de maio de 2011

eu meu seu!

Quando eu afogar meu sonho
no seu sono
Deixe-me lá!

Quando eu afogar minha tristeza
na alegria
Deixe-a lá!

Quando eu chorar e cair lágrimas
o lenço irá aparar
então deixe-as em paz!

Quando eu sentir frio
o cobertor irá
me ajudar!

Quando eu me sentir vazio
é que
estou em fase de crescimento!

Quando eu tiver que correr
deixe-me ir!

Quando eu tiver que rir
deixe-me a vontade!

Quando eu tiver amando
não me atrapalhe!

Quando eu tiver odiando
sai de perto!

Mas, enquanto eu for eu,
pode ficar por aqui!

Quando eu for pessimista
não permita!

Quando eu quiser chorar
deixe-me a vontade!

Quando eu tiver em trabalho de parto
é que estou nascendo novamente!

Quando eu esquecer de alguma coisa
é culpa da minha memória!

Enquanto eu tiver sonho
deixe-me sonhar!

Enquanto eu tiver esperança
deixe-me lutar!

Enquanto eu tiver vida
deixe-me viver!

Enquanto eu tive palavras deixe-me escrever...

Mas quando não há eu
:não há crescimento,
:não há sonho,
:não há luz,
:não há esperança...

Sou eu quem move o meu mundo,
                                                      meu mundo depende de mim...

4 comentários:

  1. Bela a forma humanista que encontraste para se expressar. Eis aqui o individualismo na dose certa
    :aquela que não traz em si o egoísmo... apenas a fracão exata de individualidade para se chegar ao auto conhecimento.

    Fraterno Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Meu, adorei esse texto *-* Um dos melhores (entrou na minha lista)... "Quando estiver em trabalho de parto é que estou nascendo novamente." Incrível! ... Que metáfora magnífica e precisa... meu, muito bom...

    Mas um atento: Se estiver odiando não saio de perto, pois sei que é ai que precisamos de apoio... :P (pelo menos eu preciso nesses momentos)...


    Poema completo, sem enrolação, com coerência e destreza na escolha das palavras mais precisas... as expressões mais familiarizáveis aos sentimentos expressos...

    Mais uma vez: Adorei!!! *-*


    Beijus enormes minha jovem poeta!*-*

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelos comentários! Criança com seu toque observador, meu menino com a surpresa, e a Vieira pela visita e pelas felicitações...

    (Não tenho muitas palavras para descrever, mas foi uma felicidade enorme ver tudo isso aqui...)

    Dankin mais uma vez!!!*.*

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...