Outras Páginas...

Sejam bem vindos ao Reticências... "(...)

sábado, 28 de maio de 2011

Tudo: a pesar!


Apesar de tudo o que acontece ainda tenho esperança,
Apesar de tudo ainda há vida,
Apesar de tudo não posso parar o tempo,
Apesar de tudo não tenho capacidade de desistir,
Apesar de tudo não consigo ser covarde,
Apesar de tudo minha determinação me leva o fim em qualquer coisa que começo,
Apesar de tudo, apesar de tudo e
Tudo a pesar!


2 comentários:

  1. Belo trocadilho. O Peso da vida é quase imperceptível apesar dos pesares frabicados ao longo dela mesma. Sob nossos ombros a pesar ficam apenas duas forças: o Afeto e o livre arbítrio a comandar as demais que possam se manifestar e contrastar entre si.

    Beijos e um lindo domingo a ti.

    ResponderExcluir
  2. Dankin, pelo comentário!
    Sempre com muita reflexão seus comentários acho super legal isso que faz trás inclusive suas interpretações, muitas vezes você encontra coisas que nem eu percebo e com a sensibilidade você busca isso!!! Muito obrigada meu amigo poeta Andarilho das Sombras que eu já disse que leva é muita luz para muitas pessoas...=)

    beijo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...